CLASSES E FUNÇÕES NA VISÃO TEXTUAL-DISCURSIVA DA GRAMÁTICA

Authors:MARIA HELENA DE MOURA NEVES 1, MARIZE MATTOS DALL'AGLIO HATTNHER 2
Institution1 UPM - Universidade Presbiteriana Mackenzie (São Paulo - Brasil), 2 Unesp - Universidade Estadual Paulista (São Paulo - Brasil)

Abstract

Este simpósio dá continuidade a proveitosas discussões que, em encontros anteriores do SIMELP, buscaram avaliar o papel e o sentido da gramática no conjunto das reflexões sobre a linguagem acionada nas línguas naturais, com centro, obviamente, na língua portuguesa. Nesta nova proposta a atenção se volta para a discussão da natureza e das características de uma visão de gramática que não se dissocie do processamento textual-discursivo. A proposição implica, em primeiro lugar, a consideração de classes gramaticais que não se aloquem fixamente em nichos funcionais pré-estabelecidos por esquemas isolados do uso efetivo, e, decorrentemente, implica a consideração de “funções” dos diferentes itens (candidatos a pertença a determinadas classes) segundo descrição que se obtenha a partir de seu comportamento textual-discursivo (não apenas sintático mas também semântico-pragmático). Assim, entende-se que a funcionalidade dos itens pode balizar o estabelecimento dos traços categoriais que os colocam legitimamente em uma determinada classe, segundo determinadas instâncias de produção: explicitamente, segundo os diferentes processos de constituição do enunciado, como a predicação, a referenciação, a junção, a quantificação e a intensificação, a modalização). Esse tipo de análise leva à discussão de temas como prototipia, gramaticalização, motivação icônica, motivação da ordem, distribuição de informação, criação de relevos, perspectivização, esquemas construcionais e frames (com regularização, idiomatização e convencionalização contínuas) dentro dos quais cabe, relevantemente, a consideração das bases socioculturais e cognitivas da atuação linguística.

Keywords: Texto e gramática, classes, funções


Minicurrículo:

MARIA HELENA DE MOURA NEVES

É Professora Emérita da Universidade Estadual Paulista (Unesp). Licenciada em Letras pela Unesp (Português-Grego, Alemão). Doutora em Letras Clássicas pela USP (Grego). Livre-Docente em Linguística e Língua Portuguesa pela Unesp. É Pesquisadora nível 1A do CNPq. Atualmente é docente na Pós-Graduação (Letras) da UPM e da Unesp, Câmpus de Araraquara. Atua principalmente nos temas: teoria funcionalista da linguagem, relações entre texto e gramática, história da gramática.



MARIZE MATTOS DALL'AGLIO HATTNHER

É doutora em Linguística e Língua Portuguesa pela Universidade Estadual Paulista, campus de Araraquara, com pós-doutorado em linguística funcional na State University of New York e na Universidade de Amsterdã. Atualmente é docente da Universidade Estadual Paulista, campus de São José do Rio Preto, e pesquisadora do CNPq, atuando principalmente nos seguintes temas: funcionalismo, modalidade e evidencialidade.