ATIVIDADES DE LINGUAGEM NO CONTEXTO PROFISSIONALIZANTE

Authors:PAULA FRANCINETI RIBEIRO DE ARAUJO 1, SUELI CORREIA LEMES VALEZI 2, EDNA GUEDES SOUZA 3
Institution1 IFMA - INSTITUTO FEDERAL DE EDUÇÃO DO MARANHÃO (MARANHÃO/BRASIL), 2 IFMT - INSTITUTO FEDERAL DE MATO GROSSO (MATO GROSSO/BRASIL), 3 IFPE - INSTITUTO FEDERAL DE PERNAMBUCO (PERNAMBUCO/BRASIL)

Abstract

Nas últimas décadas, ocorreu uma ampliação significativa da rede federal de educação profissional no Brasil, ao mesmo tempo, vivenciamos várias reformas e/ou renovações, mais ou menos relevantes, devido à necessidade de adaptação da Escola às novas expectativas decorrentes das evoluções sociais e econômicas e aos novos conhecimentos sobre o “conteúdo” das disciplinas escolares, elaborados no campo científico e para as quais os jovens devem estar preparados. O domínio dos gêneros das esferas profissionais é, portanto, de fundamental importância para que passem a ser também um objeto de ensino-aprendizagem (SCHNEUWLY; DOLZ, 2004). Nosso objetivo principal é apresentar  atividades de linguagem para serem desenvolvidas no contexto profissionalizante em todos os Institutos Federais do Brasil. Especificamente, objetivamos: (1) descrever o contexto de produção das interações no qual os alunos deverão se engajar em sua vida profissional, com base no interacionismo sociodiscursivo (BRONCKART, 2006, 2007); (2) circunscrever e definir o conjunto de gêneros, os sistemas de gêneros e os sistemas de atividades das esferas profissionais com base na sociorretórica (BAZERMAN, 2005, 2006) (3) apresentar a rotina com relação à recepção-produção de textos, aos quais, professores e estudantes não estão familiarizados, as ocasiões em que são lidos e escritos; com que propósito e como os alunos produzem e interpretam esses textos.

Keywords: Atividades de linguagem, Interacionismos sociodiscursivo, estágio supervisionado, gêneros de texto, contexto de produção


Minicurrículo:

PAULA FRANCINETI RIBEIRO DE ARAUJO

Pós-Doutorado em Linguística Aplicada e Estudos de Fronteira. Doutora em Linguística pela UFC  com estágio doutoral na Université de Genève com Jean-Paul Bronckart. Professora e coordenadora de Língua Portuguesa do Instituto Federal do Maranhão. Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em LA. Atua com letramento de jovens e adultos, prática de ensino, formação de professor e produção de materiais. Líder do Grupo de Estudo, Formação e Linguagem .



SUELI CORREIA LEMES VALEZI

Doutora em Estudos da Linguagem pela UEL-Londrina-PR (2014). Professora efetiva de cursos de nível médio, técnico, tecnológico e bacharelado do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso, Campus Cuiabá. Tem experiência na área de Ensino de Língua Portuguesa, Literatura, Português Instrumental, Metodologia da Pesquisa Científica, Linguística, com ênfase na Análise de Discurso, na Teoria de Gêneros Textuais e no Interacionismo Sociodiscursivo. É coordenadora do Grupo de Pesquisa GEELLI/IFMT.



EDNA GUEDES SOUZA

Doutorado em Linguística pela Universidade Federal de Pernambuco. É professora de Língua Portuguesa do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco, desde 1993, atua no Ensino Médio, Técnico e Superior de Tecnologia. Dedica-se, principalmente, aos seguintes aspectos da Linguística: Teoria dos gêneros, Multimodalidade, Terminologia, Linguística Textual, Linguística Aplicada, dissertação como gênero textual e gênero textual na Educação Profissional.