PERSPECTIVAS TEÓRICAS E METODOLÓGICAS PARA O ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA ESCRITA PARA SURDOS

Authors:VALERIA CAMPOS MUNIZ 1, OSILENE MARIA DE SÁ E SILVA DA CRUZ 1
Institution1 INES - Instituto Nacional de Educação de Surdos (Rio de Janeiro/ Brasil)

Abstract

O ensino de Língua Portuguesa escrita para alunos surdos tem sido um desafio para professores, sobretudo após a implementação da política de escolas inclusivas, em que aprendizes surdos e ouvintes passaram a frequentar o mesmo espaço escolar em um contexto educacional dito “interativo e bilíngue”. A lei 10.426/2002, que reconhece a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS), e o Decreto 5.626/2005, que a regulamenta, estabelecem o ensino de Língua Portuguesa na modalidade escrita como segunda língua (L2), a partir da LIBRAS (L1), em uma perspectiva dialógica, instrumental e funcional (BRASIL, 2005), impondo ao surdo uma situação linguística diglóssica (MAHER, 1997), em que coexistem duas línguas: a LIBRAS e a Língua Portuguesa escrita. Essa nova realidade demanda dos profissionais o uso de estratégias de ensino por meio de recursos visuais e linguísticos, que contemplem as necessidades desses aprendizes (KRESS, VAN LEEUWEN, 1996, 2006). Com base nas discussões de pesquisadores interessados na temática do ensino de língua Portuguesa escrita dentro de contextos bilíngues e/ou inclusivos (QUADROS, 1997; FERNANDES, 2006; 2008; BISOL et al, 2010; LODI, 2013; PEREIRA, 2014, entre outros), serão bem-vindos trabalhos e pesquisas alinhados às diversas abordagens teórico-metodológicas de ensino para surdos, que compartilhem os seguintes objetivos: 1) Língua Portuguesa escrita; 2) Práticas de letramento ─ leitura e escrita; 3) Produção de material didático; 4) Formação do leitor; 5) Formação docente; 6) Mídias digitais na educação de surdos; 7) Interface entre LIBRAS e Língua Portuguesa.

Keywords: Surdez, Língua Portuguesa escrita, Ensino-aprendizagem, Material didático, Letramentos multissemióticos e multimoda


Minicurrículo:

VALERIA CAMPOS MUNIZ

Doutora em Língua Portuguesa (2013) e mestre Língua Portuguesa (1997) pela UERJ. Professora adjunta de Língua Portuguesa como L1 e L2 no Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES) do curso de Pedagogia Bilíngue presencial e on-line e da Pós-graduação. Interesse por pesquisas sobre leitura, aquisição da língua escrita, língua portuguesa como L2 para surdos, material didático, gramática e ensino. Grupo de pesquisa Linguagem e Sociedade, UERJ.



OSILENE MARIA DE SÁ E SILVA DA CRUZ

Mestre em Estudos Linguísticos (UFMG) e Doutora em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem (PUC/LAEL). Professora Adjunta de Língua Portuguesa como L1 e L2 no INES do curso de Pedagogia bilíngue e da Pós-Graduação. Professora do curso de Mestrado Profissional em Diversidade e Inclusão na Universidade Federal Fluminense. Interesses por pesquisas sobre ensino-aprendizagem de Língua Portuguesa como L2 para surdos, material didático, análise do discurso com ênfase na Linguística Sistêmico-Funcional.