FORMAÇÃO E ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA: A PESQUISA E A PRÁTICA DOCENTE NO FAZER DA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA

Authors:FÁTIMA APARECIDA DE SOUZA 1, HELIO RODRIGUES JÚNIOR 2, MARIA DA PENHA BRANDIM DE LIMA 3
Institution1 UFBA - Universidade Federal da Bahia (Brasil), 2 IP-PUC/SP - Instituto Sedes Sapientiae (Brasil), 3 Unimontes - Universidade Estadual de Montes Claros (Brasil)

Abstract

O século XXI requer mudanças no olhar sobre o fazer educativo. Assim, a necessidade de formação de professores capazes de propor práticas pedagógicas significativas para o ensino da leitura, da escrita e da oralidade, no desenvolvimento de sujeitos que compreendam, usem e reflitam sobre os fenômenos da língua portuguesa, mediante os recursos linguísticos de que dispõem, é cada vez mais urgente. São necessárias mudanças acerca da formação docente como resultado da visão de mundo e de sociedade que requer novos posicionamentos dos sujeitos envolvidos. Objetivando práticas de sala de aula que redimensionem uma proposta de ensino de língua não mais reduzida a um sistema abstrato de regras que prescreve o certo e o errado, entende-se a necessidade de reflexão sobre outros caminhos para a prática docente, tendo em vista os referenciais teóricos do Sociocognitivismo interacionista, da língua como prática social, atividade sócio-histórica, cognitiva, discursiva, contextualizada, produzida entre sujeitos participantes de uma interação verbal que situa a atividade de linguagem como lugar das interações, constituindo o ser humano. Este simpósio visa reunir trabalhos baseados nessa concepção e promover discussões e reflexões acerca da formação do professor de língua portuguesa em contextos diversos e em perspectivas inclusivas. Serão bem vindos trabalhos finalizados ou em andamento, relativos à formação inicial de cursos de Licenciatura e de Pós Graduação em Letras que indiquem desdobramentos observados em práticas docentes emancipadoras por meio da linguagem em uso, de modo a garantir aprendizagem significativa em sala de aula. Dessa perspectiva, este simpósio é locus privilegiado para a troca de experiências, exposição de relatos, desenvolvimento de reflexões, apresentação de proposições metodológicas, assim como para se estabelecer relações entre teoria e prática e para se pensar no enfrentamento dos desafios que envolvem a formação do professor diante das demandas que se instauram em relação ao desenvolvimento da linguagem.

Keywords: Formação docente em Língua Portuguesa, Ensino de Língua Portuguesa, Pesquisa em Língua Portuguesa, Práticas docentes significativas, Sociognitivismo interacionista


Minicurrículo:

FÁTIMA APARECIDA DE SOUZA

Doutora em Língua Portuguesa pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC SP); Mestre em Educação pela Universidade de Sorocaba (UNISO); Graduada em Letras pela Universidade de Sorocaba (UNISO). Membro do Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação e Linguagem (GELING- UFBA). Coordenadora do Grupo de Extensão Ensino de Língua Portuguesa na Educação Básica: concepções e práticas (UFBA). Professora de Metodologia do Ensino de Língua Portuguesa e Estágios Supervisionados.



HELIO RODRIGUES JÚNIOR

Doutor em língua portuguesa pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC/SP, com período co-tuleta na Faculdade de Letras da Universidade do Porto/Portugal - FLUP, onde desenvolveu estágio doutoral. Mestre em língua portuguesa, também, pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC/SP. Professor do ensino superior e da Educação básica. Membro do Grupo de Pesquisa (CNPq) Texto, Escrita e Leitura.



MARIA DA PENHA BRANDIM DE LIMA

Doutora e Mestra em Língua Portuguesa pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Docente Efetiva da  Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes (Centro de  Ciências Humanas - Departamento de Comunicação e Letras). Experiência profissional como Diretora de Escola Efetiva da Rede Estadual de Ensino (SEE/SP) e Docente da rede privada de ensino superior e em cursos de Graduação em Letras e Pedagogia.