DIÁLOGOS BRASIL-ÁFRICA: QUESTÕES LINGUÍSTICAS E CULTURAIS EM FOCO

Authors:SABRINA RODRIGUES GARCIA BALSALOBRE 1, ALEXANDRE ANTÓNIO TIMBANE 1
Institution1 UNILAB - Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira (Bahia/ Brasil)

Abstract

Entre Brasil, Moçambique, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe há muitos diálogos possíveis, sejam de ordem linguística – em função de manterem a mesma língua portuguesa como herança do processo colonial – sejam de ordem cultural – por compartilharem interesses literários, artísticos e sócio-históricos. Assim sendo, propõe-se para esse Simpósio Temático um ambiente em que se possam discutir questões concernentes à língua portuguesa – tanto acerca das variedades africanas do português, quanto da variedade afro-brasileira –, aos crioulos de base portuguesa (línguas naturais, mas que ainda não contam com estatuto de língua oficial), bem como às línguas autóctones de origem africana utilizadas nesses países. Dessa forma, propostas de comunicação cujo foco recaia sobre a perspectiva Linguística, de forma geral, ou sobre a Sociolinguística ou a Política Linguística, de forma mais específica, são bem vindas. Também serão aceitas propostas centradas na discussão sobre o ensino de língua nos países em questão, haja vista que, por falta de políticas públicas que prevejam a realização do ensino na língua materna ou que legitimem a variedade linguística dos alunos, ainda são muito recorrentes situações de dificuldade escolar que reforçam a desigualdade social dos dois lados do Atlântico. Além disso, reflexões sobre a cultura desses países também são estimuladas – sobretudo no que se refere à literatura e à oratura – com o intento de se ampliar os diálogos possíveis e o conhecimento sobre a diversidade característica do Brasil e dos países africanos de língua oficial portuguesa.

Keywords: Relações Brasil-África, linguística, língua portuguesa, línguas crioulas, cultura


Minicurrículo:

SABRINA RODRIGUES GARCIA BALSALOBRE

Professora na Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira (UNILAB), Campus dos Malês, na área de ensino de língua portuguesa. É Pós-doutora em Linguística Histórica (2017), Doutora em Linguística e Língua Portuguesa (2015) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP/ Campus de Araraquara/ SP) - instituição em que também defendeu mestrado (2009)  e cursou graduação em Letras (2006).



ALEXANDRE ANTÓNIO TIMBANE

Professor na Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira (UNILAB), Campus dos Malês. É Pós-Doutor em Linguística Forense pela Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC (2014), Pós-Doutor em Estudos Ortográficos pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP (2015), Doutor em Linguística e Língua Portuguesa (2013) pela UNESP, Mestre em Linguística e Literatura moçambicana (2009) pela Universidade Eduardo Mondlane, Moçambique (UEM).