QUESTÕES LÉXICO-DISCURSIVAS EM INTERFACE COM O ENSINO DA LÍNGUA PORTUGUESA

Authors:MARIA CRISTINA PARREIRA DA SILVA 1, ROSIMAR DE FÁTIMA SCHINELO 2,1
Institution1 UNESP - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (São Paulo - Brasil), 2 FATEC-Cat - Faculdade de Tecnologia - Centro Paula Souza (Catanduva - SP /Brasil)

Abstract

Coordenadoras do GAMPLE – Grupo Acadêmico Multidisciplinar: Pesquisa Linguística e Ensino, as proponentes deste simpósio consideram a importância de pesquisas que convergem caminhos entre léxico e discurso e que permitam uma visão mais aprofundada sobre os estudos e o ensino da Língua Portuguesa, com foco nas diferentes variantes linguísticas. Sob esse prisma teórico, o objetivo deste simpósio é integrar duas áreas de pesquisa– Lexicologia e Lexicografia e Análise do Discurso, congregando pesquisadores afim de conceber um espaço para reflexões em torno de questões que abrangem a pesquisa e o ensino de léxicos especiais da Língua Portuguesa no mundo, a contribuição desses estudos para o ensino de LP e as ponderações sobre o uso desse léxico enredado de discursos.  No arcabouço teórico,  incluem-se Buzon (1979), que já apontava para a falha dos dicionários em não registrar, ou registrar de modo bem superficial, as unidades léxicas em situação de discurso; Galisson e Puren (1999), que tratam da lexicultura, a cultura sob o léxico; Biderman (2001), para quem o léxico é uma grandeza de limites imprecisos; Bakhtin (2011) abordando a questão de que os sentidos sempre renascem;  Pechêux (1997) que aponta o sujeito como constituído e constitutivo  do/no discurso e Orlandi (2000) com a inserção da "Lexicografia discursiva". O uso desse termo demonstra inovação e amplitude do olhar teórico, uma vez que a integração das áreas propicia diferentes vertentes de análises, sobretudo no que concerne aos fatos pragmático-culturais. Serão bem vindos trabalhos: a) que estimulem a discussão sobre diferentes parcelas do léxico, tanto geral quanto de especialidade, formal ou informal, incluindo questões lexicológicas e/ou lexicográficas, desde que com essa ótica multidisciplinar; b) que considerem aspectos discursivos presentes no léxico; c) que apontem a contribuição de pesquisas léxico-discursivas para o ensino da LP e d) que destaquem discursos imbricados no uso lexical dos falantes. 

Keywords: Léxico e ensino, Interação léxico e discurso, Ensino da Língua Portuguesa.


Minicurrículo:

MARIA CRISTINA PARREIRA DA SILVA

Doutora em Linguística e Língua Portuguesa pela UNESP (FCLAr, 2002). Docente da UNESP/IBILCE desde 2003. Pesquisadora na área de Linguística, com ênfase em Lexicologia e Lexicografia, Lexicografia Pedagógica, Língua Francesa, Português do Brasil, Fraseologia, léxico, cultura e ensino. Líder do GAMPLE - Grupo Acadêmico Multidisciplinar: Pesquisa Linguística e Ensino (https://goo.gl/xCpxCO). Criadora do grupo em rede social - EVENTOS ACADÊMICOS - LETRAS/LINGUISTICA - https://www.facebook.com/groups/eventosacademicos.letraslinguistica/  CV: http://lattes.cnpq.br/2404604521445065



ROSIMAR DE FÁTIMA SCHINELO

Doutora em Linguística e Língua Portuguesa pela UNESP (FCL-Ar, 2005). 1994-2000 - Docente na Universidade Federal de Uberlândia. Desde 2008, professora, na FATEC Catanduva e atualmente exerce o cargo de direção. Pesquisadora na área de Linguística, com ênfase   em Análise do Discurso, Português do Brasil, Oralidade e Escrita e Língua, Comunicação e Ensino. Vice-líder do Grupo Acadêmico Multidisciplinar: Pesquisa Linguística e Ensino – GAMPLE.

CV: http://lattes.cnpq.br/4231252949609226.