A REPRESENTAÇÃO DAS VARIEDADES LINGUÍSTICAS NA MÍDIA TELEVISIVA: IDENTIDADE OU ESTEREÓTIPO?

Authors:ELIANE VITORINO DE MOURA OLIVEIRA 1
Institution1 UFAL/Arapiraca - Universidade Federal de Alagoas - Campus Arapiraca (Alagoas Brasil)

Abstract

A expressão individual por meio da fala, ainda que atendendo a um acordo coletivo e seguindo determinadas regras e certas orientações, é formada por marcas que nos identificam, originando as variedades linguísticas. Esse uso pessoal da língua é também representado na mídia diariamente, por meio de diferentes gêneros do discurso, como o instrumento principal quando se pensa em caracterizar, identificar, marcar um personagem humano. O interesse deste simpósio centra-se na maneira como se concretiza essa representação, em especial, quando materializada pela televisão em gêneros mais populares, como as novelas, as séries, os programas de humor, entre outros. Pensando na atuação maciça desses instrumentos televisivos e no peso que representam na consciência daqueles que consomem tais gêneros midiáticos, esperamos problematizar com outros pesquisadores a temática, uma vez que tal desenho tanto pode enaltecer quanto desmerecer as variedades representadas, atuando sobremaneira para a perpetuação ou para a erradicação do preconceito linguístico. Dessa maneira, interessa-nos trabalhos que tratem da representação da fala dos indivíduos, abordando os diferentes tipos de variação (regional, sociocultural, estilística e histórica), quer em relação à descrição linguística, quer relacionados às questões identitárias ou ao ensino e aprendizagem da língua portuguesa como língua materna ou língua estrangeira. Ou seja, trabalhos em Sociolinguística Variacionista, Sociolinguística Educacional e Linguística Aplicada, e correntes linguísticas afins ao tema proposto, terão voz nessa discussão.

 

Keywords: Variedades Linguísticas, Mídia, Identidade


Minicurrículo:

ELIANE VITORINO DE MOURA OLIVEIRA

Licenciatura em Letras pela Universidade Estadual de Londrina, no Paraná; Especialização em Língua Portuguesa pela mesma Universidade. Mestra e doutora em Estudos da Linguagem pelo PPGEL da Universidade Estadual de Londrina. Docente no curso de Letras UFAL – Arapiraca, com pesquisas em Linguística Aplicada – ensino e aprendizagem de Português Língua Materna e Língua Estrangeira -, Sociolinguística Educacional e Variacionista. Associada à ABRALIN e à SIPLE.