FEMININO E ESPAÇO EM LITERATURAS DE LÍNGUA PORTUGUESA

Authors:MARCIA REJANY MENDONÇA 1, MÁRCIA MARIA DE MELO ARAÚJO 2, PEDRO CARLOS LOUZADA FONSECA 3
Institution1 UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (MS/Brasil), 2 UEG - Universidade Estadual de Goiás (GO/Brasil), 3 UFG - Universidade Federal de Goiás (GO/Brasil)

Abstract

O presente grupo de trabalho tem como proposta reunir estudos e pesquisas que investiguem de forma crítica, teórica e analítica as dinâmicas ideológicas e estéticas das representações e construções do feminino e do espaço e seus desdobramentos históricos e socioculturais nas literaturas de língua portuguesa, seja ela produzida no Brasil, em Portugal, seja nos países africanos de língua portuguesa. O pressuposto é que tais enfoques questionam os limites da definição da literatura e abrem possibilidades para se refletir sobre novas formas de expressão artística e novas territorialidades. O objetivo principal do GT é problematizar fatores que permeiam a discussão sobre como se opera o discurso de dominação cultural e marginalização do “outro” e como os espaços são percebidos. Como uma das abordagens possíveis, a literatura feminina se efetiva como uma tendência relevante de literatura marginal, visto que sua presença na história da literatura é restrita e habitualmente relacionada ao discurso misógino operado pelo logocentrismo ocidental. Cabe destacar, no plano arqueológico de pesquisa desses discursos marginalizantes as noções de espaço, identidade e desterritorialização como cruciais para a discussão sobre essas modalidades de escrita. Compreendemos que a literatura como processo que abrange a leitura faz parte de um contexto e é perpassada por discursos, os quais estão inseridos em um contexto histórico, temporal e ideológico. Pensando assim, pretende-se construir um espaço de interlocução entre pesquisadores, no Brasil e fora dele, acerca das relações entre Literatura Brasileira, Literatura Portuguesa e Literatura Africana dos países lusófonos. Espera-se que o trabalho desenvolvido pelo GT sirva de estímulo ao fortalecimento de áreas específicas do conhecimento, a exemplo da área de ensino e estudo de literatura, bem como venha contribuir para efetivar a articulação entre distintos saberes disciplinares, avançando assim a produção científica e tecnológica.

Keywords: Espaço, Feminino, Literaturas de Língua Portuguesa


Minicurrículo:

MARCIA REJANY MENDONÇA

Pós-doutora PNPD (CAPES) pela Fundação Universidade Federal do Tocantins. Doutora em Letras e Linguística pela Universidade Federal de Goiás. Docente de Literatura Brasileira na Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Colaboradora do Programa de Pós-graduação de Estudos de Linguagens da UFMS. Atua na área de Letras, com ênfase em Literaturas Brasileira, Africana, Portuguesa e Teorias da Literatura, principalmente nos seguintes temas: literatura brasileira, literatura, espaço, cidade e personagens.



MÁRCIA MARIA DE MELO ARAÚJO

Pós-doutora, Doutora e Mestre na área de Estudos Literários pela Universidade Federal de Goiás. Docente do quadro efetivo da Universidade Estadual de Goiás e do Programa de Pós-graduação Stricto Sensu Língua, Literatura e Interculturalidade. Líder do Grupo de Estudo e Pesquisa em Literaturas de Língua Portuguesa. Desenvolve pesquisas na área de literatura, com estudos sobre a representação da mulher, literatura medieval, ensino de literatura, leitura e formação do leitor literário.



PEDRO CARLOS LOUZADA FONSECA

Pós-Doutor em Literatura Colonial Brasileira pela Universidade Aberta de Lisboa. Ph.D. em Romance Languages and Literatures pela University of New México-USA. Professor titular de Literatura Portuguesa aposentado da Universidade Federal de Goiás. Atua no Programa de Pós-Graduação em Letras e Lingüística da mesma universidade. Desenvolve estudos relacionados à literatura, história e sociedade, ao discurso de gênero e ao simbolismo animal do bestiário medieval e à literatura misógina da Idade Média.