GRAMATICALIZAÇÃO E LEXICALIZAÇÃO: A COMPLEXIDADE LINGUÍSTICA

Authors:MARIA CÉLIA LIMA-HERNANDES 1, VALÉRIA VIANA SOUSA 2
Institution1 CNPq - CNPq (BRASIL), 2 UESB - UESB (BRASIL)

Abstract

Desde a retomada dos estudos sobre gramaticalização no cenário da Linguística brasileira, descrições linguísticas evidenciaram que existiam universais que responderiam às necessidades comunicativas da espécie humana. Muitos desses universais puderam ser sintetizados por Heine e Kuteva, em seu dicionário de gramaticalização. A base de dados que utilizaram dizia respeito a variados trabalhos redigidos especialmente em língua inglesa. Muito do que foi feito em português continua desconhecido nesse universo. Por essa lógica universalista, a linguagem desenvolver-se-ia num paralelo entre gramática e ontogenia humana complexificando a gramática a partir do léxico. Como a evolução das línguas apoiam-se na capacidade de complexificação dessas mesmas línguas e da apreensão dessa complexidade pelos usuários da língua, um jogo estabelece-se entre reanálises/neonálises sequenciadas aportadas na cena comunicativa. Mecanismos ligados à analogia permitem explicar grandes mudanças observadas nas línguas, especialmente quando algumas ferramentas analíticas são mobilizadas para lidar com gradações (iconicidade, planos discursivos e categorização e concretude). Nossa intenção é receber trabalhos que tragam fenômenos diversos, cotejados em resultados com outros trabalhos brasileiros para, ao final do simpósio, após as discussões que se fizerem sobre esses resultados, possamos propor a organização de uma síntese dos resultados sobre mudanças orientadas por gramaticalização e/ou lexicalização com dados do português do Brasil. Nessa perspectiva, a ideia deste simpósio é, justamente, a de estabelecer um diálogo franco entre linguistas a fim de cotejar descobertas realizadas sobre o português do Brasil e, com base nas convergências, propor uma síntese dos resultados em termos de continua evolutivos.

Keywords: gramaticalização, lexicalização, iconicidade


Minicurrículo:

MARIA CÉLIA LIMA-HERNANDES

Pesquisadora CNPq. Pós-doutorado na Universidade de Macau. Doutora pela Unicamp em Linguística Teórica, Mestre pela USP em Filologia e Língua Portuguesa. Mestre em Neurociências (Universidad Europea Miguel de Cervantes - IAEU - Espanha) em 2016. Professora visitante na Universidad de la Republica (Uruguai) em 2010 e da Universidade de Estudos Estrangeiros de Sichuan (2015). Estudiosa de temas de cognição e linguagem, complexidade gramatical, fatores cognitivos, fluência verbal.



VALÉRIA VIANA SOUSA

Graduada em Letras pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (1993), possui especialização em Língua Portuguesa pelo PREPES/PUC e doutorado em Letras pela Universidade Federal da Paraíba - UFPB. É professora titular da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB. Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Sociolinguística, Sociofuncionalismo e Gramaticalização. Líder do Grupo de Estudos em Linguística Histórica e em Sociofuncionalismo.