OS DOCUMENTOS OFICIAIS SOBRE O ENSINO E APRENDIZAGEM DA LÍNGUA PORTUGUESA E A CONSTRUÇÃO DO DISCURSO PEDAGÓGICO

Authors:WILLIAM RUOTTI 1,2
Institution1 FF - Faculdade Freire (São Paulo/Brasil), 2 SEE-SP - Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (São Paulo/Brasil)

Abstract

Este simpósio tem como proposta reunir pesquisadores com o objetivo de discutir aspectos relacionados aos documentos oficiais que tratam do ensino e aprendizagem da Língua Portuguesa, refletindo sobre a estruturação do discurso institucional e dos potenciais reflexos na atuação do professor. Consideramos ainda a importância de investigar as possíveis relações de poder envolvendo Rede/Instituição de Ensino e professores. Ao pensarmos na construção do discurso pedagógico do professor de Língua Portuguesa, antes de seu contato com o aluno na aula, o professor é confrontado pelos textos institucionais, pela necessidade de acionar seus conhecimentos teóricos, pela recepção e representação que faz dos indicadores obtidos por meio das avaliações internas e externas, além da maneira como concebe e utiliza os materiais de apoio pedagógico. É a partir da confluência desses elementos que planeja, organiza e propõe Sequencias Didáticas (SD) e percursos de ensino e aprendizagem. Entendendo as urgências reflexivas frente a atuação do professor e a maneira como organiza seu trabalho, podemos partir do que nos ensinam os estudos da Análise de Discurso Crítica no que tange a abordagem de problemas sociais analisados discursivamente, conjugando os estudos desenvolvidos por Fairclough (2003, 2008, 2010) sobre o modelo tridimensional do discurso e a problematização da prática social (significados acional, representacional e identificacional) com aspectos relacionados à estratificação da vida social, à vida como um sistema aberto e ao modelo transformacional da atividade social (RESENDE, 2009; BHASKAR, 1998). Num cenário onde a vida social é cada vez mais mediada pelos textos, as reflexões podem contribuir não apenas para a compreensão de ações que afetam diretamente o professor, mas também corroborar para um trabalho de desnaturalização de representações aceitas e já pertencentes ao senso comum.

Keywords: Ensino de Língua Portuguesa, Recepção dos Documentos Oficiais, Análise de Discurso Crítica e Educação, BNCC, Currículos e Propostas Pedagógicas


Minicurrículo:

WILLIAM RUOTTI

William Ruotti é Doutor em Língua Portuguesa pela PUC-SP (2016). É professor coordenador da disciplina de Língua Portuguesa no Núcleo Pedagógico da Diretoria de Ensino de Carapicuíba (SEE-SP), atuando na formação dos professores da rede pública estadual dos municípios de Carapicuíba e Cotia. Atua como professor na Faculdade Freire (FF), onde também coordena o Grupo Estudos e Pesquisa sobre a Construção do Discurso Pedagógico (CoDiP).